Pesquisar este blog

ABOUT.ME

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Gigantes de Internet podr�an estar revelando contrase�as | Cubadebate

Gigantes de Internet podr�an estar revelando contrase�as | Cubadebate

Is This The Most Embarrassing Interview Fox News Has Ever Done

Is This The Most Embarrassing Interview Fox News Has Ever Done

Is This The Most Embarrassing Interview Fox News Has Ever Done

Is This The Most Embarrassing Interview Fox News Has Ever Done

BLOG DO SARAIVA: Correio: Joaquim Barbosa �um fora da lei

BLOG DO SARAIVA: Correio: Joaquim Barbosa �um fora da lei

O Crime compensa? S�se for praticado por um TUCANO. - Portal Luis Nassif

O Crime compensa? S�se for praticado por um TUCANO. - Portal Luis Nassif

Folha de S.Paulo - Poder - Funda�o Sarney �alvo de investiga�o; veja - 28/07/2013

Folha de S.Paulo - Poder - Funda�o Sarney �alvo de investiga�o; veja - 28/07/2013

Folha de S.Paulo - Cotidiano - Dinheiro de licita�es pode ser devolvido, diz Siemens - 29/07/2013

Folha de S.Paulo - Cotidiano - Dinheiro de licita�es pode ser devolvido, diz Siemens - 29/07/2013

WEIWEI, THE ARTIST

 em's talkery - RSS

WEIWEI, THE ARTIST

If you want to pronounce his name correctly, say, "I WAY WAY"  

Back in  2011, after I saw this picture of a man in an empty field, I blogged about him and said:


"I've been reading about  Chinese artist,  Ai Weiwei -- the big praise in London for his '100 Million Porcelain Seeds.' Ai Weiwei  has disappeared.  No one knows where he is -- but he is probably in a detention center in the middle of nowhere, because he publicly denounced the 2008 Beijing Olympics as  propaganda.

"Weiwei's  art -- bronze replicas, animal heads -- will be on display outside Central Park in NYC next month.  He's got 78,000 followers on Twitter.  He says that he asks questions through the objects he creates. Communist China's officials do not like questions. His  disappearance has focused international attention on the current bout of repression in China.

"That photo is a guy arranging leaflets for one of Ai Weiwei's canceled exhibits. My blog  generally supports or puts down this and that -- Trump, Glenn Beck's talk show; silly shoe styles -- I've been worrying about Muslims, Oprah, and fracking -- sometimes I feel like the guy in that empty field  arranging leaflets for an exhibit that people can't-won't-don't  attend."

Okay! Right now, today, summer of 2013, Ai Weiwei's work was not just ON the cover of my Time Magazine -- it IS the cover of the June 17th  issue. Today, in 2013 he has 218, 591 followers on Twitter, and 3,013 followers on Facebook.



He is no longer "nowhere." Though he is spied on, and followed by police, he goes to and from his studio in Beijing, where he is creating new works of art, writing and publishing Rap songs and articles about repression in China, and the fact that he cannot travel -- the government has taken away his passport.  

Hey, that gives me hope as an artist. Maybe my ideas won't be noticed or make any difference, or  change what people say or do, but the subjects I've written about are in the air, and that  breeds thoughts -- breeds words that impel some kind of action -- so nowhere is ...  well,  it's more or less somewhere, isn't it?

Take a look at Weiwei, and what the art world thinks of his "Circle of Animals." 

A BANALIDADE DO MAL TAMBÉM ESTÁ NO ÓDIO AOS POBRES

 para leitura - RSS

A BANALIDADE DO MAL TAMBÉM ESTÁ NO ÓDIO AOS POBRES

LUIZ CARLOS BRESSER-PEREIRA
A banalidade do mal
Está passando em São Paulo o extraordinário filme de Margareth von Trotta, "Hannah Arendt", que relata um momento crucial na vida da notável filósofa: a decisão de presenciar o julgamento de Adolf Eichmann em Israel, em 1960, e escrever uma série de artigos para a "New Yorker", que viraram depois o livro "Eichmann em Jerusalém".
Em vez de simplesmente retratar Eichmann como o gênio do mal, como esperavam seus leitores, em vez de descrevê-lo como um homem violento e racista, ela o descreveu como um medíocre burocrata que cumpria ordens, um homem normal sem capacidade de avaliar o mal que praticava.
E faz então uma descoberta fundamental: identificou a banalidade do mal, o fato de que ele só se torna imenso quando se torna banal e, por isso, compartilhado por muitos.
Diante dessa descoberta, eu me pergunto: como essa banalidade do mal se manifesta hoje? Arendt chegou a esse conceito diante de um genocídio de dimensões gigantescas, e do julgamento de um dos seus atores. Mas o mal não se limita a esses momentos extremos.
Como definir o mal? Como se manifestou o mal neste início do século 21? E será que muitos reagiram de forma banal aos episódios de mal que vivenciaram?
O mal é um conceito filosófico que não tenho competência para definir, mas arrisco a definição sugerida por Arendt no filme. O mal é a violência contra o ser humano e, portanto, contra a humanidade.
A partir dessa definição, saliento três manifestações maiores do mal neste início de século: o terrorismo islâmico contra inocentes, a Guerra do Iraque, e a guerra civil "pela democracia" na Síria. Nos três casos, vimos ou estamos vendo uma violência imensa contra seres humanos inocentes.
Não há nada que justifique as mortes causadas pelo terrorismo islâmico, assim como pela Guerra do Iraque, e pela guerra na Síria, apoiada pela Arábia Saudita e por potências ocidentais. Nos três casos, vemos a banalidade do mal.
Para o islamismo radical que quer instaurar o califado no mundo árabe, nada mais banal do que os ataques terroristas, inclusive os ataques suicidas, nos quais a violência é também autoviolência.
Para os dirigentes políticos que decidiram a Guerra do Iraque, mataram dezenas de milhares de pessoas e instauraram a desordem no país, também nada mais banal. Afinal, isso já foi feito antes em nome da "civilização ocidental".
Também é banal para os "rebeldes" sírios e para os que os apoiam a morte de mais de 100 mil pessoas para ali instalar uma "democracia" --uma curiosa democracia, já que hoje os grupos islâmicos sunitas tornaram-se dominantes entre os rebeldes que buscam derrubar um governante autoritário que há muito garante a ordem em um país atrasado.
O mal está, portanto, entre nós. Está nesses episódios, está nos crimes associados às drogas, está na violência e no desrespeito contra os pobres. Mas é difícil para nós nos indignarmos, porque esse mal é banal. Só quando ele deixa de sê-lo, e a sociedade se torna indignada, pode ele ser combatido e, em alguns casos, vencido.

Leonardo Boff: Francisco, Papa da libertação

 Início

Leonardo Boff: Francisco, Papa da libertação

"Creio que Francisco mudará muita coisa. Ele não está reformando somente a Cúria, está reformando o papado", afirma Leonardo Boff , teólogo, filósofo e escritor, em entrevista publicada pelo jornal La Stampa, 25-07-2013.
A entrevista é de Andrea Tornielli. A tradução é de Benno Dischinger.
Eis a entrevista.
Francisco quis começar a viagem com uma visita ao santuário de Aparecida. Por que?
Porque em 2007 os bispos latino-americanos publicaram um documento que restitui espaço aos pobres e afirma que certos métodos de evangelização são antiquados e serão mudados. Servem pastores que têm o cheiro das ovelhas mais do que o perfume das flores do altar”. Francisco mostra ter uma grande devoção mariana e uma grande atenção à piedade popular. Não parecem ser aspectos tão próximos à sensibilidade progressista...
E, ao invés, o são, são próximos à teologia da libertação. Não Argentina esta se desenvolveu particularmente como teologia do povo, levada em frente pelo jesuíta Juan Carlos Scannone, que foi professor de Bergoglio. O Papa é próximo a esta teologia. Não é uma devoção popular “pietista”, mas uma devoção que conserva a identidade do povo e se empenha pela justiça social.
O Papa fala com frequência dos pobres e no hospital do Rio repetiu que ir para os pobres significa tocar “a carne de Cristo”. O que significa isso?
O pobre é o verdadeiro representante de Cristo, num certo sentido o pobre é o verdadeiro Papa, e Cristo continua a ser crucificado no corpo dos condenados da terra. O Cristo é crucificado nos crucifixos da história.
O que muda na Igreja com o Papa Francisco?
Creio que mudará muita coisa. Francisco não está reformando somente a Cúria, está reformando o papado. Sua insistência sobre ser bispo de Roma, o ter deixado o palácio para habitar na residência Santa Marta, significa ir em direção ao mundo. O Papa explca que prefere uma Igreja incidentada, mas que vai pela estrada, antes que uma Igreja asfixiada e asfixiante e fechada no templo. Agora se sente que a Igreja é um lar de esperança e não uma fortaleza assediada e sempre em polêmica com a modernidade ou uma alfândega que controla e regula a fé, em vez de facilitá-la.
Há quem critica Francisco dizendo que está dessacralizando o papado...
Não o está dessacralizando, mas o apresenta em sua verdadeira dimensão evangélica. É o sucessor de Pedro e Pedro era um simples pescador. É preciso combater a “papolatria” que temos visto nas últimas décadas. Os cardeais não são príncipes da Igreja, mas servidores do povo de Deus. Os bispos devem participar da vida do povo. E o Papa não se sente um monarca: também diante da presidente do Brasil disse: “Venho aqui como bispo de Roma”, isto é, como aquele que preside a Igreja na caridade e não no direito canônico.

CONTRA A GLOBO PODE PROTESTAR?

 SÃO GONÇALO NOTÍCIAS

CONTRA A GLOBO PODE PROTESTAR?

SGA NOTÍCIAS


Globo tenta reforçar uma mensagem política do papa Francisco em sua passagem pelo Brasil; perguntado sobre os protestos que tomaram as ruas, ele afirmou que "o jovem que não protesta não me agrada"; manchete desta segunda destaca estímulo papal aos protestos; mas será que isso vale também para as diversas manifestações contra a Globo e a sua capacidade de manipulação?


29 DE JULHO DE 2013

Em sua passagem pelo Brasil, o Papa Francisco quebrou o protocolo, foi ao contato da multidão no Rio de Janeiro, criticou a corrupção, rechaçou a legalização da maconha e chamou os jovens às ruas para se exprimir. O tom politizado de seu discurso foi explorado em seu último momento em solo brasileiro pela Globo. Questionado pelo repórter Gerson Camarotti, da GloboNews, sobre os protestos de junho que tomaram as ruas do Brasil, o Papa incentivou manifestações mas fez um alerta contra a manipulação:
"Com toda a franqueza lhe digo: não sei bem por que os jovens estão protestando. Esse é o primeiro ponto. Segundo ponto: um jovem que não protesta não me agrada. Porque o jovem tem a ilusão da utopia, e a utopia não é sempre ruim. A utopia é respirar e olhar adiante. O jovem é mais espontâneo, não tem tanta experiência de vida, é verdade. Mas às vezes a experiência nos freia. E ele tem mais energia para defender suas ideias. O jovem é essencialmente um inconformista. E isso é muito lindo! É preciso ouvir os jovens, dar-lhes lugares para se expressar, e cuidar para que não sejam manipulados."

Será que isso vale também para as diversas manifestações contra a Globo e a sua capacidade de manipulação?

Durante os protestos de junho, a emissora foi alvo da Marcha Ocupe a Rede Globo, evento confirmado por mais de 2 milhões de internautas pelo Facebook. Na mesma época, foi revelado um caso de sonegação de impostos da empresa, em um processo que corria em segredo de Justiça até ser vazado ao jornalista Miguel do Rosário, editor do blog O Cafezinho. "A dívida é a soma do impostos mais juros e multa, resultantes de um auto de infração no qual a Receita detectou a intenção da Globo de fraudar o fisco. Em valores atualizados, chegaria perto de R$ 1 bilhão."


domingo, 28 de julho de 2013

Byron, o labrador


Kate Cross sofre de uma rara doença chamada Síndrome de Ehlers-Danlos.

Isso faz com que as suas juntas fiquem tão fracas que até mesmo o ato de abrir uma porta pode deslocar seu ombro, cotovelo ou punho.

Realizar qualquer tarefa do dia a dia seria impossível para ela…




Até que ela conheceu Byron, um labrador.

Ela não saia de casa sozinha por anos até receber a ajuda de Byron em 2007. Agora seu companheiro fiel.

Ele ajuda a atravessar a rua…




Coloca as roupas na máquina de lavar…




Faz a cama e ajuda a pegar algumas coisas na geladeira…




Sabe sacar dinheiro, para que ela só precise digitar a senha…




Ajuda nas compras…




E até paga…




Ajuda a lavar seu pratinho de comida.




E depois ainda ajuda a dona a esticar as pernas no sofá…




Kate Cross agora chama Byron de seu melhor amigo.



A reportagem saiu no jornal inglês "Daily Mail"

Fonte


sexta-feira, 26 de julho de 2013

Altamiro Borges: Dilma suspenderá anúncios da Globo?

Altamiro Borges: Dilma suspenderá anúncios da Globo?: Por Altamiro Borges Pela legislação em vigor no Brasil, empresas que sonegam impostos não podem receber dinheiro público. Elas praticam cri...

De onde JB tirou o nome para sua empresa de fachada


De onde JB tirou o nome para sua empresa de fachada

PAULO NOGUEIRA 26 DE JULHO DE 2013
Pobre Assas-Paris2, templo do direito francês.
Assas-Paris
Assas-Paris
“A vida pública deve ser e tem que ser vigiada pela imprensa.”
Joaquim Barbosa disse isso ao receber um prêmio do Globo, em março passado.
“Não consigo ver a vida do Estado e de seus agentes e personagens sem a vigilância da imprensa. Na minha concepção, a transparência e abertura total e absoluta devem ser a regra. Não se deve ter mistério para aqueles que exercem a atividade pública que eu exerço atualmente”, acrescentou.
Devia ser assim. Mas é assim?
Vamos aos poucos. Algumas semanas depois, JB usou um avião da FAB para uma viagem inútil à Costa Rica.
Onde estava a imprensa para vigiá-lo no uso abusivo do avião e do dinheiro do contribuinte?
Bem, estava a bordo. Uma jornalista do Globo participou da boca livre da Costa Rica, conforme revelado na ocasião pelo Diário.
E então você vai ler, depois, no próprio Globo: “A Procuradoria da República no Distrito Federal abriu investigação preliminar para apurar supostas irregularidades no uso de um avião da FAB (Força Aérea Brasileira) pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).”
JB é poupado não apenas pelo Globo como pela Procuradoria da República.
É um jornalismo estranho, e uma estranha justiça.
O vôo de Costa Rica é significativo. Longe de se vigiarem, Globo e JB, na verdade, gozam de uma proximidade cúmplice e nociva para a sociedade.
Desde o prêmio, um filho de JB foi admitido na Globo, para trabalhar no programa de Luciano Huck.
É legal? É.
É imoral? É.
No código de ética dos juízes americanos, está escrito que algum tipo de vínculo pessoal como este que acabou unindo JB e a Globo por um filho desqualifica um magistrado para julgar causas em que a Globo, no caso, seja o réu.
Imaginemos que o processo de sonegação bilionária da Globo na operação dos direitos de transmissão da Copa de 2002 chegue ao STF.
Joaquim Barbosa se declarará impedido?
O código de ética dos juízes americanos também determina que os magistrados dêem as informações requeridas quando surge dúvida em relação a aspectos financeiros de sua vida.
Recentemente, soube-se que JB comprou um apartamento em Miami mediante o uso de uma empresa de fachada para não pagar impostos.
Para os que gostam de curiosidades, a empresa de JB recebeu o nome de Assas por causa da conhecida faculdade de direito de Paris em que ele gastou quatro anos em pós-graduação bancada pelo dinheiro público do brasileiro.
Quatro anos, repito. JB foi um estudante moroso: fez a faculdade de direito em Brasília em sete anos e meio.
O Globo foi atrás de informações sobre o apartamento?
Pausa para rir.
Depois que se soube que o valor da transação registrado no contrato foi zero, o jornalista Luís Nassif enviou uma mensagem ao STF pedindo explicações.
A resposta: “Prezado Nassif, o presidente Joaquim Barbosa não comentará.”
Voltemos a JB na premiação do Globo. (Em si um absurdo pela proximidade que traz a pessoas que devem manter uma distância intransponível pelo bem da sociedade.)
“Na minha concepção, a transparência e abertura total e absoluta devem ser a regra. Não se deve ter mistério para aqueles que exercem a atividade pública que eu exerço atualmente.”
Pausa para rir.
Transparência? Ausência de mistério?
É realmente estranha a noção de transparência de JB. Vale, provavelmente, para os outros.
Com ou sem avião da FAB, mas sempre com vôos bancados pelo contribuinte, Joaquim Barbosa gosta de viajar. Isso, infelizmente, não o faz produtivo.
Em Santa Catarina, com empresários, não deu para ler o processo da Varig, que se arrasta há sete anos
Em Santa Catarina, com empresários, não deu para ler o processo da Varig, que se arrasta há sete anos
Um dia depois de uma manifestação que parou Florianópolis, ele se ausentou de Brasília e foi para Santa Catarina, a convite da Fiesc, associação de empresários locais.
O encontro foi noticiado num site local. Foi memorável a resposta de um leitor.
“Com todo respeito à pessoa do ministro Joaquim Barbosa, mas será que não tem coisas mais importantes a fazer em Brasília? Como por exemplo: Analisar o processo do caso Varig ao qual o ministro pediu vistas? Já são 7 anos de espera, 7 anos de desespero, 7 anos esperando que a justiça seja feita, 7 anos que os aposentados do Aérus estão esperando seus salários, 7 anos de humilhação, aposentados sem dinheiro para alimentação, remédio e o mínimo para suas subsistência, Será que isto não é importante para o ministro?”
Clap, clap, clap para o atento leitor.

FOTOS DO DIA!






AZEREDOÉ SONEGADOR!!!


quarta-feira, 24 de julho de 2013

RIO GRANDE DO SUL REGISTRA 1ª MORTE POR CAUSA DO FRIO

Mais Médicos conta com inscrição de 46% dos municípios

Mais Médicos conta com inscrição de 46% dos municípios

André de Souza - O Globo
Tamanho do texto A A A
BRASÍLIA — Até as 11h desta quarta-feira, 2.552 dos 5.564 municípios brasileiros (45,87% do total) aderiram ao programa Mais Médicos. Dentre os 1.290 municípios com alta vulnerabilidade social, considerados prioritários pelo governo, 887 — cerca de dois terços — se inscreveram. O prazo para as inscrições se encerra na quinta-feira.
Por região, a maioria está no Nordeste: 867, ou 34% de todos os municípios que se inscreveram. Em seguida vêm o Sudeste, com 652 municípios, Sul, com 620, Norte, com 207, e Centro-Oeste, com 206.
Qualquer município com uma unidade de saúde nos bairros mais pobres pode se inscrever no programa, mas há 1.557 cidades prioritárias para o preenchimento das vagas. Além dos 1.290 municípios de maior vulnerabilidade social, estão incluídos na lista outros 267, em geral capitais, municípios das regiões metropolitanas ou cidades-dormitório. Também são prioridade os 25 distritos sanitários especiais indígenas.
No Rio de Janeiro, 34 dos 92 municípios se inscreveram. Há no estado oito cidades na lista das prioritárias: Duque de Caxias, Guapimirim, Japeri, Magé, Paracambi, Queimados, Seropédica e Rio de Janeiro. Apenas o município de Magé ainda não se inscreveu.
No balanço anterior, com as inscrições feitas até a última segunda-feira, 1.874 das 5.564 cidades brasileiras já tinham feito sua inscrição no Mais Médicos. Questionado sobre o balanço das inscrições feitas até segunda-feira — quando um terço dos municípios haviam aderido ao programa faltando três dias para o encerramento do prazo — o secretário de Saúde de Maringá (PR) e presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Antonio Carlos Nardi, disseram que ainda havia tempo para mais municípios se inscreverem.
— Essa informação está chegando a todos os municípios para que possam estar aderindo — afirmou Nardi, acrescentando:
— Os municípios foram quem trouxe essa demanda ao governo federal. A Frente Nacional de Prefeitos entregou e capitaneou o movimento "Cadê o médico" desde o mês de janeiro deste ano, trabalhando, dando resposta à maior demanda das eleições municipais do ano passado. que eram a melhoria das condições de saúde e a falta de médicos para trabalhar no Sistema Único (de Saúde).
O Mais Médicos foi lançado no dia 8 de julho pela presidente Dilma Rousseff. O programa tem por objetivo ampliar o número de médicos no país e levá-los a regiões onde há carência desse tipo de profissional. Mas enfrenta forte resistência das entidades médicas. Os pontos mais polêmicos são a possibilidade de trazer médicos formados no exterior sem passar pela revalidação do diploma; e a obrigatoriedade de os estudantes de medicina que começarem o curso a partir de 2015 terem de trabalhar por dois anos no Sistema Único de Saúde (SUS) para obter o diploma.
Com o programa, as bolsas dos médicos serão pagas pelo Ministério da Saúde. Por outro lado, também serão exigidas contrapartidas dos municípios. Eles serão responsáveis por oferecer moradia e alimentação aos médicos. As prefeituras também terão de acessar recursos do ministério para a construção, reforma e ampliação das unidades básicas de saúde.
As inscrições para os médicos também vão até quinta. O último balanço feito pelo Ministério da Saúde mostra que, até a quinta-feira da semana passada, havia 13.857 médicos inscritos, dos quais 11.147 se formaram no Brasil e 2.710 no exterior. Por nacionalidade, são 12.701 brasileiros e 1.156, estrangeiros.


Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/brasil/mais-medicos-conta-com-inscricao-de-46-dos-municipios-9165937.html#ixzz2ZzyCVR4o

Joaquim Barbosa Dilma e o aperto de mão

 Radar on-line - Lauro Jardim - VEJA.com

Joaquim Barbosa Dilma e o aperto de mão: presidente do STF explica o que aconteceu na recepção ao papa

Barbosa cumprimenta o papa
Joaquim Barbosa sentiu-se na obrigação de explicar em detalhes o curto-circuito que explodiu  nas redes sociais desde que, na cerimônia de recepção ao papa anteontem, ele teria agido de modo deselegante com Dilma Rousseff, ao não estender a mão à presidente pouco antes de cumprimentar Francisco.
Sua assessoria preparou uma nota oficial em que dá sua versão do que ocorreu. Eis alguns trechos:
*”Com base em imagens de TV captadas a partir de determinado ângulo, foram criadas versões sobre o comportamento do ministro que não encontram amparo na realidade. O ministro repudia interpretação de que teria sido deselegante com a presidente e ratifica seu respeito pelos poderes constituídos.”
*(…)foi feito o convite para que o Presidente do STF comparecesse à cerimônia de recepção ao Papa Francisco, convite que foi prontamente aceito. No dia da cerimônia, logo ao chegar ao Palácio da Guanabara, o ministro Joaquim Barbosa depois de cumprimentar outras autoridades presentes, foi convidado a dirigir-se à sala privativa onde se encontrava a presidente (…)
*Por ocasião dos cumprimentos, o ministro apertou respeitosamente a mão do Santo Padre, e trocou discreto sorriso com a presidente. Isso porque avaliou não ser necessário novo cumprimento protocolar, uma vez que isso já havia ocorrido por ocasião de sua chegada ao Palácio.”

Bocejou? Ganhou um café!

 Comunicadores

Bocejou? Ganhou um café!

Imagine um mundo onde tudo o que você tinha de fazer para receber uma xícara café era a bocejar. Pois isso já existe. A responsável por essa façanha foi a agência Joe Public, da África do Sul, que criou uma máquina especial para a marca Douwe Egberts, que distribui café quando você boceja na frente dela.
A máquina (sonho de muitas pessoas) usa o reconhecimento facial para identificar o bocejo e na mesma hora libera um copo de café grátis e quentinho para acabar com os ‘olhos vermelhos’ de sono.
Confira:
Tenho certeza que muitos iam passar o dia bocejando na frente dessa máquina.
O post Bocejou? Ganhou um café! apareceu primeiro em Comunicadores.info.

Dominguinhos Ao Vivo

 Blog do Jarrao28

DVD - Dominguinhos Ao Vivo em Nova Jerusalém - COMPLETO

WYNTON MARSALIS TRANSMITIDO EN VIVO ESTA NOCHE DESDE RONNIE SCOTT´S A TODO EL MUNDO

 Jazz como nós gostamos

WYNTON MARSALIS TRANSMITIDO EN VIVO ESTA NOCHE DESDE RONNIE SCOTT´S A TODO EL MUNDO



Por primera vez en su larga historia  --y en una movida sorprendente-- el famoso club de jazz londinense "Ronnie Scott´s" transmitirá esta noche por Internet, gratis, en HD y con la ayuda técnica de la BBC, la presentación del Quinteto de Wynton Marsalis en ese lugar, a partir de las 10:30pm, hora de Londres.












La administración del club tomó esta decisión cuando se agotaron las entradas para los conciertos de Wynton Marsalis ahí, dos meses antes del evento.  El club, que tiene una capacidad para 220 personas, tiene la intención de que este tipo de presentaciones esté al alcance de la mayor cantidad de gente posible. Nunca antes se había hecho esto en ese célebre club y es probable que esta sea la primera experiencia de muchas.


La vez anterior que se presentó Marsalis con un grupo en el Ronnie Scott´s fue en agosto de 2011.  En esa ocasión también se agotaron las entradas con meses de anticipación. 


El conjunto deWynton Marsalistocará ahí tres días, con dos presentaciones diarias, pero la transmisión en vivo por internet se llevará a efecto solamente esta noche y se puede ver yendo a la hora indicada al sitio Web del club, que es:  ronniescotts.co.uk.


El quinteto está compuesto porWynton Marsalis en trompeta, Walter Blanding en saxos y clarinete, Ali Jacksonen batería, Carlos Henríquez en contrabajo y Dan Nimmer en piano.

Marsalis es uno de los grandes trompetistas de jazz contemporáneos. Tiene formación clásica y por ende ha grabado álbumes y ofrecido innumerables conciertos de música clásica también.  Pero su principal actividad creativa la realiza en el campo del jazz. Es Director Artístico de Jazz At Lincoln Center, en Nueva York, y dirige la big band del mismo nombre; ha sido elegido "mejor trompetista de jazz" muchas veces por revistas especializadas a través de los años; tiene a su haber 9 premios Grammy y es el primer músico de jazz que ha obtenido el premio Pulitzer en la mención música. Ha grabado más de 70 álbumes bajo su dirección y vendido más de 7 millones de copias en todo el mundo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Reuters: Top News

Reuters: World News

Reuters: Arts

Reuters: Sports News

Reuters: People News

Reuters: Entertainment News

Reuters: Technology News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SEGUIDORES NO GOOGLE +

Testez la vitesse de votre connexion Internet ADSL, câble ou FTTx