Pesquisar este blog

ABOUT.ME

domingo, 2 de junho de 2013

PARABÉNS!


Especiais20130531235730616852o
Publicado em 2 de junho de 2013 | por Gustavo Magnani
1Comentários

Professoras se casam em cerimônia na escola em que se conheceram e a fogueira acende de novo;

Uma das coisas mais bestiais – e repetitivas – que li em tantos e tantos comentários referente a esta notícia foi:
“editores, vcs deveriam olhar no dicionário e ver o que significa casamento. É  a união entre duas pessoas de sexos opostos”.
E aí, amigo, quando se trata de homossexualidade, até quem não estudou nada de linguística quer dar pitacos, usando o dicionário como “regra” da língua. Se já não bastasse a triste escravidão gramatical, agora somos presos às definições dicionaresticas. Ah, mas se não for assim a gente fica sem chão, diz o amigo que tirava 10 em Língua Portuguesa no colegial. Não, não ficamos, não. Precisa de muito mais pra gente começar a flutuar por aí.
Não vale citar as centenas de exemplos de palavras que são usadas com um significado diferente do habitual. Literalmente é, literalmente [ou não?], uma dessas palavras. Maquiavélico é clássico; sinônimo de gente horrenda, má, sem pudor. Não? Não é isso? Vamos jogar lá em baixo, “filho da puta” não só vem sofrendo uma mudança, como nem sequer é, literalmente [aqui sim!], aquilo que significa.
Acho até que estou dando atenção demais pra esse ponto, só vale dizer que as palavras ganham novos significados ao longo do tempo e ser pedente a esse ponto, só mostra uma relativa chatice ou um incômodo com o casamento de duas homossexuais. Não vou falar em homofobia, pra economizar os possíveis comentários “DITADURA GAY” que surgem, mas, há um incômodo, sim. Até porque se todo mundo fosse tão a fim de estudar semântica, olha, o campo de letras estaria saturado.
Fato é que Andressa Vieira e Dianne Prestes se conheceram no colégio “Vivendo e Aprendendo” – que possui uma linha pedagógica muito mais aberta e livre de preconceitos -, ao qual Dianne ainda é professora. Decidiram, então, casar-se no local, onde todos aceitaram muito bem a proposta. Inclusive, com pedido das crianças para serem daminhas e pajens, ajuda de pais de alunos e de ex-alunos. A ocasião chamou atenção da região e ganhou espaço na mídia.
Um marco, sem sombra de dúvidas.
Quanto ao real significado da palavra “casamento’, a significância é tão sem significado que só pode significar apenas uma coisa: necessidade compulsiva de meter o bedelho na relação e/ou na felicidade dos outros, de acordo com aquele dicionário dentro do armário.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Reuters: Top News

Reuters: World News

Reuters: Arts

Reuters: Sports News

Reuters: People News

Reuters: Entertainment News

Reuters: Technology News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SEGUIDORES NO GOOGLE +

Testez la vitesse de votre connexion Internet ADSL, câble ou FTTx